22 de abril de 2008

Filhos de Gaea - Amor e harmonia com a natureza!

Essa foi a experiência vivida nos nossos primeiros dias no Paraná com o encontro dos Filhos de Gaea que fomos participar.
Chegamos no sitio na noite do dia 19.
Logo na chegada fomos recebidos pela Aninha e Isa (amigas do João, de Fernando de Noronha) de braços abertos e também por outras pessoas que vinham se apresentar gentilmente. Alguns ficaram curiosos com o carro e com a nossa aventura. “”Ah, você é aquela que ta viajando por aí né?”, “Mas quanto tempo vai durar essa viagem? – “vai durar pra sempre” - a gente dizia – “... já que a viagem vem de dentro.”J

O objetivo deste encontro foi vivenciarmos em conjunto e individualmente experiências que fazem com que entremos em contato com nosso interior de maneira profunda e construtiva.
“Queremos um mundo onde o Amor seja a base da convivência entre os homens. Buscamos viver sob um novo código de vida e assim levar ao mundo uma alternativa para a degradação que a cada dia aflige mais e mais a humanidade.” Universo Místico

No primeiro dia, fizemos algumas atividades, como construção de pequenas esculturas em argila, e na sequência todos se apresentaram e deram explicações sobre sua obras. Ficamos muito felizes em ouvir lindas palavras e compartilhar dos sentimentos de todos os presentes. Ouvimos histórias, cantamos, dançamos, rezamos, celebramos muito o amor!
Na segunda noite, sentados em volta de uma fogueira linda, alaranjada, daquelas que da vontade de entrar para ver a luz, tivemos o momento das pequenas histórias. Cada um contava uma se quisesse. Alguns cantaram, outros riram, outros agradeceram. João contou a minha historia preferida, faço questão de compartilhar com vocês:
“Estava em Noronha ha mais ou menos 2 meses e ainda não tinha conseguido mergulhar com os golfinhos. Tava ansioso pra que isso acontecesse mas não tinha acontecido ainda... Um dia eu acordei pensando muito neles. Fui pra praia mas o tempo tava encoberto. Mas o tempo muda muito rápido em Noronha porque venta muito. Eu tava sentado na “Pedra do Lombra”, de repente o céu se abriu e o azul apareceu. Um lindo arco-íris se formou saindo do Morro do Pico e terminando no mar como que me mostrando onde estava o “pote de ouro”. Meu coração acelerou, olhei pro mar e pensei “É agora!” Desci o pequeno morro onde estava a pedra e fui correndo até a praia. Mergulhei e logo comecei a ouvir o som dos golfinhos, não estava acreditando! Aí nessa hora eu já sabia que ia ser naquele dia... inacreditável... são seres mágicos... é impressionante o amor que eles dão, impressionante como podemos aprender com eles. A sensação de estar de baixo d’água nadando com eles é indescritível...”
Não é uma historia linda?
Todos ficaram sorrindo muito, a Isa com os olhos cheios d’água de estar relembrando Noronha. Todos consideraram ele muito privilegiado.
Sim, ele é privilegiado. Mas não por ter morado em Noronha e ter historias como essas. João é privilegiado por ter a força de vontade e coragem de lutar pelo que quer. Tenho muito orgulho dele... (e ele não vai deixar eu postar isso no blog!!!)

Bom, voltando ao encontro.
Pessoas do bem. Pessoas lindas. Sorridentes. Sorrisos de librianos. Pois bem, estávamos no meio dos sorrisos librianos mais bonitos que já vi (só faltou os sorrisos enormes da Tati, Caca e Lê!)
O Universo realmente é Místico. Místico por ter levado a gente praquele lugar pra conhecer aquelas pessoas que pra sempre vão ficar nos nossos corações. Foi graças à eles que finalmente começamos a viagem (já que o encontro tinha data marcada), é graças à eles vamos poder trabalhar em cima das coisas que aprendemos e é graças à eles que vamos pra sempre saber onde achar o amor puro dentro dos nossos corações, pois foi isso que vivenciamos.
Obrigada à Aninha e à Isa.

5 comentários:

Anônimo disse...

Amelia e João queridos, que esta experiência ímpar lhes traga toda a Luz. Que os maravilhosos caminhos que estão percorrendo abram imensas estradas de Amor e Conscientização Interior.
Estou sempre torcendo por vocês, acompanhando diariamente os belos lugares e passos desta bela viagem.
Mil beijos e fiquem em Paz.
kk

Marcus Brightmore disse...

Meu querido irmao e Melinha, torco p que essa viajem lhes traga toda experiencia e realizacao que vcs vem buscando ao longo desse tempo. Desejo a vcs muita luz para que seus caminhos sejam sempre bem iluminados.Um bj no coracao de vcs and go for it!! Hit the road!!

Eliana disse...

Mé !!!

Só vc mesmo, Lindinha!! Te admiro de coração..

Estarei aqui, acompanhando a aventura, ok?? Não consigo nem imaginar como isso vai influenciar na forma de viver..

Te amo, Amiga!!

Bjs!!

Milla (Lili)

Anônimo disse...

Força Amelita. Força e coragem. "o que estou fazendo aqui?" é a pergunta que voce mais vai fazer, talvez não saiba a resposta na hora mas com certeza quando descobrir voce vai se sentir a pessoa mais feliz do mundo. E vai descobrir do quanto voce é capaz.
beijos alegres e um abraço forte para João.
Martha

Ana disse...

Amelia que tem mel até no nome... João de grande coração...
foi maravilhoso estar com vocês e poder compartilhar de tão belos momentos. Gostaria de ter proseado mais com vcs... mas a Sangha é grande, e o tempo foi curto.. e gigante!!! Quantos aprendizados. Sou muito grata pela presença de vocês na vivência, mas principalmentge pela eterna presença no meu coração!
Boa sorte nesta jornada. Que possam sempre Ser e levar Amor, Paz e Luz por seus caminhos.
Que nossa Bendita Mamãe Gaea os abençoe e guarneça!
Namaste
Aninha