8 de junho de 2008

Pedras no Caminho

Desde que saímos do Rio nossa viagem vem correndo com muitas flores no caminho, além de rios, cantos, risos e, claro, alguns solavancos que se suavizam em meio a tanta beleza. Hoje, aqui na Guarda do Embaú, uma pedra apareceu no nosso caminho.

Saímos bem cedinho pra fotografar o nascer do sol. Encurtando toda a história, tive parte do meu equipamento fotográfico furtado. Na hora fiquei desnorteado e saímos correndo pra ver se encontrávamos alguma coisa. Foi em vão. Obviamente fiquei bem chateado.

Embora isso tenha acontecido nesta manhã, já estou conformado. E parte deste conformismo me veio através da reflexão, esta que quero compartilhar com vocês.

Na vida sempre encontraremos pedras, pelo menos até quando continuarmos nós mesmos colocando essas pedras. Acredito piamente no “aqui se faz, aqui se paga” e este “se faz” acontece devido a nossa ignorância espiritual. Colocamos pedras no caminho quando temos raiva, quando temos maus pensamentos, quando agimos mal... e por causa desta ignorância muitas vezes nem nos damos conta disso. E Por isso também não aceitamos quando as pedras aparecem em nosso caminho, julgamos que não a merecemos.

Mas à medida que prestamos mais atenção e cuidamos de nossos pensamentos, palavras e ações, percebemos que as pedras tendem a se tornar menores e ocasionais até que estejamos vagando num suave tapete. Acredito ser essa a nossa busca espiritual.

O que tiro portanto deste tropeço como lição é primeiro: Ufa! Menos uma pedra. E segundo: estarei mais atento para não colocá-las em meu caminho.

E como nada acontece por acaso, recebi nesta mesma manhã este texto que vem a clarear ainda mais esta reflexão.

João Vianna


Os Imprevistos

Os imprevistos constituem uma excelente oportunidade para treinarmos nossa flexibilidade e capacidade de cultivar a tolerância e a paciência. Muitas vezes, quando algo não sai como planejamos, despendemos uma grande quantidade de energia reclamando ou sentindo muita raiva, ao invés de simplesmente focarmo-nos numa maneira de lidar com aquela nova circunstância.

Olhar para a situação e dizer: é isso o que se apresenta agora e minha única atitude neste momento deve ser refletir sobre as alternativas que tenho para resolver a questão, é o melhor meio de evitar que o desequilíbrio assuma o controle.

Este é um meio eficaz de nos mantermos conectados com o agora e não nos deixarmos levar pela mente, que sempre insistirá em projetar os problemas que poderão advir daquele imprevisto.

Aliás, a raiva geralmente se apresenta porque passamos a sofrer antecipadamente por conseqüências que podem ou não acontecer, sendo apenas hipóteses possíveis.

Ao exercitarmos esta mudança em nossa atitude, surpreendentemente, as soluções costumam se apresentar quase de imediato. Isto porque deixamos vir à tona, naquele momento, uma nova energia, a da serenidade e da confiança na solução dos problemas, em vez de simplesmente alimentarmos a crença de que eles se tornarão insolúveis.

Aceitar as mudanças e os imprevistos com serenidade nos torna integrados de imediato à permanente mutação que rege todos os fenômenos da existência.
Esta integração é o caminho mais seguro para a felicidade e a paz.

Elisabeth Cavalcante

7 comentários:

Anônimo disse...

Vão-se os anéis, mas ficam os dedos. Anéis a gente compra...
Difícil imaginar furto em um paraíso desses, não dá nem prá acreditar, né? Não combina com essa beleza.
Fazer o que? Bola prá frente...
Bijinho da tia memey

Anônimo disse...

john boy...lamento por esta pedrinha , mas fico feliz com a sua sabedoria. infelizmente , eu acho que a gente tambem precisa aprender com as perdas, para que elas nao aconteçam com frequencia.
estou com o coraçao apertado , mas ao mesmo tempo feliz de saber que minha princesa tem um sabio junto , pra fazer a vida dela tao feliz. take care

lorran disse...

222222"Não há mal que sempre dure, nem bem que nunca se acabe", assim é a vida...
Essa pedrinha de ontem é mais um aprendizado para o amanhã, com certesa vocês tirarão proveito positivo disso.
O caminho é longo, com certesa as pedras ruins ficarão para traz.
Que os ANJOS protejam sempre voces para que continuem essa jornada mostranto fotos maravilhosas para todos nós.
Dos amigos ROBERTO,ROSE E LORRAN, que voces conheceram no camping em URUBICI.

Amelia Clark disse...

Meu garotito querido,

Queria deixar aqui pra vc a minha primeira mensagem.
Agradecer por você estar sempre ao meu lado mostrando sabedoria.
Agradecer por vc estar sempre ao meu lado mostrando perdão.
Por estar sempre ao meu lado mostrando conformismo.
Mostrando aprendizado.
Mostrando esperança.
Mostrando desapego.
Foram as coisas que senti muito fortemente ontem com tudo que aconteceu.
Estamos juntos!
Com amor,
Amelia

Anônimo disse...

CARACA JOÃO!!! LÍ ESSE TEXTO HOJE "IMPREVISTOS" NO SITE SOMOSTODOSUM.COM.BR

É ISSO AÍ MEU AMIGO, LEGAL QUE VC TENHA TIDO ESSA LUZ, E ASSIM VAMOS SEGUINDO...

UM ABRAÇO,

FABIO SPINARDI
MANDE BEIJOS PARA AMÉLIA!!!!

Anônimo disse...

Ah que pena, fiquei triste por vcs. Mas tudo vai dar certo e vocês vão tirar fotos mais lindas ainda! bjs sisi bela

Anônimo disse...

Feliz daquele que recebeu uma máquina com tão lindas fotos...( momentos que não lhe pertencem ),mas que poderiam ser divididos com todos.
Que essa pessoa perceba que não são só as fotos que nos foram tiradas ...foi a ferramenta de uma pessoa que respeita a natureza e procura fotografá-la no seu modo mais simples e belo.
Que tudo que nesta máquina contém, seja a ferramenta da consciência à devolução ao artista.
Não sei se fui clara, mas é isso...
Meninos...tirem o lado positivo das coisas...
Esse é o grande lance...tudo na vida tem os dois lados...Aproveitem o melhor... Beijos, a tia que AMA VCS ...titia